Seja Bem Vindo ao Blog da Creche de Itapiratins Tocantins

A Creche Municipal Sossego da Mamãe foi fundada pela Srª Marina Pinheiro Rodrigues em março de 1993, devido á carência do Município e a necessidade das mães trabalharem, e a partir desse problema surgiu idéia de construir uma Creche, onde as crianças pudessem iniciar o processo de alfabetização e socialização e que ás mãe trabalhassem tranqüilamente dando assim oportunidade para as mulheres. A Srª Marina enfrentou dificuldades, tentando buscar recursos na antiga LBA, nos fazendeiros da região e promovendo eventos para arrecadar fundos, ouvindo varias críticas da própria LBA, devido o Município ser pequeno e em inicio de emancipação. Após conseguir a implantação da Creche, mesmo em condições precárias, passou a funcionar na Av. Manuel José da Fonseca, em um barracão de palha de uma antiga pensão com aproximadamente 50 (cinqüenta) crianças e a partir daí começaram a receber donativos dos fazendeiros locais e foram surgindo novos colaboradores.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Projeto Politico Pedagogico


 

`` Investir na criança de hoje é ter certeza de
 melhores dias no futuro de nosso  país.´´
Monteiro Lobato
                                                 
CRECHE MUNICIPAL SOSSEGO DA MAMÃE

PROJETO POLITICO PEDAGOGICO
                                          2010
Apresentação
A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) que ora apresentamos, deu-se em etapas ao longo do ano de 2006, onde a Diretora Onevanda Teixeira do Nascimento, iniciou aos primeiros passos do Projeto, pesquisando e entrevistando antigos funcionários. Após o ano de 2006 foi dada uma pausa para observação dos acontecimentos da rotina da Creche, onde a intenção maior foi chegar a uma discussão, conclusão coletiva e definição de todo o trabalho desenvolvido na Creche. E o PPP não e nada mais que um referencial de qualidade necessária para a fundamentação pedagógica no trabalho executado tanto na Creche quanto na Pré - escola.
A segunda etapa aconteceu após o programa do governo Federal PDDE da Creche e do pré - escola e a Associação de Pais e Mestres, criada no ano de 2009, que foram os propulsores à retomada dos trabalhos. A partir da leitura do primeiro PPP, foi criado um novo grupo de trabalho para complementar e dar continuidade ao mesmo. Neste projeto estão inseridos o pensamento e a proposta de trabalho dos profissionais da Creche em resposta às necessidades e aspirações dos seus usuários.
Assim, essa proposta pretende situar e orientar os trabalhadores da Escola e Creche Municipal Sossego da Mamãe quanto aos procedimentos essênciais na sua ação educativa. Desejamos que este trabalho represente uma consistente contribuição a todos os profissionais desta instituição e demais órgão vinculados á mesma.  
I-Introdução
Ao elabora este documento buscamos destacar a função principal da entidade que é cuidar e educar, preservando seu bem-estar físico e estimulando seus aspectos cognitivos, emocionais e sociais.  Decidimos por uma fundamentação Pedagógica que permita acompanhar o educando em seu desenvolvimento considerando suas particularidades e ao mesmo tempo oferecendo suporte afetivo e Educativo.
O PPP é uma proposta flexível a ser concretizada nos Projetos educacionais, planejados  semanalmente, e anualmente. Nele estão contidos as tendências Pedagógicas utilizadas na Creche e no Pré - escola, bem como o sistema de estimulação, acompanhamento do crescimento e desenvolvimento das crianças. As metas aqui propostas efetivar- se –ão  em parcerias com toda a comunidade escolar e com o real comprometimento de todos os  profissionais que o elaboraram.
Não desejamos que  seja, portanto um manual de ações pedagógicas, mas um caminho aberto para ser enriquecido pela dinâmica da prática, tanto nos aspectos estruturais, como nos conteúdos e metodologias educacionais praticados .


II- Contextualização
       Estamos inseridos num novo modelo de sociedade onde somos impelidos, a todo instante a vivenciar crises de valores e ideologias políticas, sociais e culturais, crise mundial. È neste contexto que devemos lutar pelos nossos ideais de vida, na busca incessante de uma sociedade mais justa e solidária. Estamos certos que é pela vivência da cidadania, implica em conhecimento prévio da realidade em que estão inseridas e do meio social em que vivem.
          A Creche é um dos ambientes de desenvolvimento da criança, talvez o mais significativo. No entanto, ela não pode ser entendida como instituição substituta da família, mas sim como ambiente socializador diferente do familiar. Nela se dá o cuidado e a educação de crianças pequenas que aqui vivem, convivem, exploram e conhecem, construindo uma visão de mundo e de si mesmas como sujeitos de direitos.
          Pensando na responsabilidade que temos diante da sociedade e dos indivíduos que estão sob os nossos cuidados é que elaboramos nossa proposta de ação educativa com a intenção de sermos e formarmos agentes de transformação visando o bem-estar da sociedade.
          Enfim, a equipe da Creche Mul. Sossego da Mamãe, busca promover o desenvolvimento pleno do ser humano nas suas mais diversas competências, principalmente nos primeiros anos de sua vida, a chamada primeira infância. Aqui começa nosso trabalho, percebendo a necessidade de apoiar e incentivar as habilidades e os valores inerentes à criança pequena, respeitando sempre sua individualidade.


III- Princípios Educacionais
A Creche e a Escola de uma maneira geral hoje são conhecidas como parte inseparável da sociedade. Buscam o conhecimento, construído o e partilhando idéias. Procuram garantir o que preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente, quanto ao desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade.
O PPP, portanto voltado para a integração dos saberes conhecidos, estimulados, produzidos e recriados elege o ato de brincar, espontâneo e/ou dirigido, como sendo a atividade primordial da criança na Creche e na pré - escola, pois através dele é possível se desenvolver:
Ø  Uma cultura de justiça, esperança, ternura e solidariedade;
Ø  O respeito ao individuo e às suas diferenças;
Ø  Uma consciência crítica acerca do mundo;
Ø  A formação de hábitos, valores e atitudes;
Ø  A autonomia com responsabilidade e respeito à limites. 

IV- Finalidade
          A Creche Municipal Sossego da mamãe, tem por finalidade oferecer atendimento às mães carentes de nossa cidade e também às que trabalham e necessitam da mesma. A modalidade direta, de cuidado e educação, às crianças na faixa etária de 01 (um) a 05 (cinco) anos e nove meses se a criança andar, foi determinada segundo a lei 11.274 , de 06 de fevereiro de 2006,Artigo 32, da Secretaria da Educação  e Cultura do Governo do Estado do Tocantins, que diz: Só é possível aceitar crianças que irão  completar 06 (seis) anos  até 31 (trinta e um) de março nas escolas Municipais.
          E importante observar que as crianças menores de 01 (um) ano não são contempladas, devido ao espaço físico e estrutural especifico para este tipo de clientela. 

V- Objetivo Geral



Cuidar e educar numa abordagem construtivista*1 e sócio-interacionista*2, entendendo a criança como ser humano integral, interagindo intensamente com o seu meio social e em constante crescimento e desenvolvimento.



VI- OBJETIVOS ESPECÍFICOS


          Valorizar a educação como um instrumento de humanização e de interação social;
          Estimular o desenvolvimento da criança respeitando seu nível de maturação;
          Priorizar o aspecto lúdico e as brincadeiras como processo de aprendizagem;
          Fortalecer a participação dos pais nas atividades escolares;
          Garantir a formação continuada aos professores e demais trabalhadores e
          Avaliar de forma constante suas práticas pedagógicas.

*1- “Construtivismo, segundo Fernando Becker, significa a idéia de que nada, a rigor, está pronto, acabado, e de que, especificamente, o conhecimento não é dado, em nenhuma instância, como algo terminado. Ele se constitui pela interação do indivíduo com o meio físico e social, com o simbolismo humano, com o mundo das relações sociais; e se constitui por força de sua ação e não por qualquer dotação prévia”. Doutor em Psicologia Escolar pela Universidade de São Paulo, Coordenador do Programa de Pós-graduação em Educação, Professor de Psicologia da Educação da FRGS. Quem adotou e tornou conhecida a expressão foi uma aluna e colaboradora do psicólogo suíço Jean Piaget (1896-1980), a psicóloga Emilia Ferreiro, nascida na Argentina em 1936. Partindo da teoria do mestre, ela pesquisou a fundo, e especificamente, o processo intelectual pelo qual as crianças aprendem a ler e a escrever, batizando de Construtivismo sua própria teoria.
*2 - Lev S. Vygotsky (1896-1934) , professor e pesquisador foi contemporâneo de Piaget, nasceu e viveu na Rússia. Construiu a teoria chamada  de sócio-interacionista, tendo por base o desenvolvimento do indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, enfatizando o papel da linguagem e da aprendizagem nesse desenvolvimento. Sua questão central é a aquisição de conhecimentos pela interação do sujeito com o meio. O aluno não é tão somente o sujeito da aprendizagem, mas, aquele que aprende junto ao outro o que o seu grupo social produz, tal como: valores, linguagem e o próprio conhecimento.



VII - ORGANIZAÇÃO DA AÇÃO EDUCATIVA

A proposta de trabalho da Creche está voltada para uma educação contextualizada, respeitando sempre as etapas do desenvolvimento infantil. Busca-se facilitar o processo e organizar situações de aprendizagem, problematizando-as, para que a criança assimile e crie seu próprio contexto.
A Creche “Municipal Sossego da Mamãe” considera que a educação é ao mesmo tempo um processo individual e um processo social facilitado através das inter-relações, pois assim, a criança desenvolve sua própria inteligência adaptativa na elaboração do conhecimento. O papel educativo proposto será o de estimular a capacidade de descobrir, produzir e criar, e não apenas de repetir. Respeita-se, portanto o tempo de aquisição das habilidades necessárias ao desenvolvimento da criança de acordo com seu talento e potencial.
             Para se trabalhar os conteúdos de cuidado e educação de maneira contextualizada e o mais próximo de sua realidade vivencial, o trabalho pedagógico foi organizado da seguinte forma:
7.1 – Planejamento Pedagógico
É o início de toda e qualquer atividade educativa, pois define objetivos, prioridades e estratégias a serem usadas durante o processo de aprendizagem, ajudando na intervenção e dispondo critérios a serem utilizados ou analisados. Ao planejar tem-se em mente o público alvo, suas competências e suas diferentes necessidades conforme a faixa etária.
O planejamento, além de flexível procura contextualizar e considerar os eixos norteadores sugeridos no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, adequando também à proposta da pedagogia de projetos utilizados na Creche. O lúdico e o prazeroso são determinantes no fazer pedagógico, pois é possível elaborar atividades para crianças pequenas, de maneira que elas possam crescer em ambiente estimulador, seguro, educativo e feliz.
O horário para o planejamento seja semanal ou anual é observado com rigor, pois dele dependerá o sucesso da aplicação da atividade. O planejamento é um apoio estratégico do profissional da educação, pois:
                  Esclarece o sentido do ensino;
         Promove o processo educativo;
         Organiza espaço, tempo e material;
7.2   Estratégia de Trabalho
           Os projetos são planejados de acordo com acontecimentos atuais, festivos culturais e históricos. Por meio deles se pode ensinar melhor, pois a criança aprende de forma significativa e contextualizada.
          O conhecimento é visto sob uma perspectiva construtivista e sócio-interacionista, na qual se procura estudar e pesquisar, com as crianças, de forma lúdica e agradável, respeitando as características internas das áreas de conhecimento envolvidas no trabalho.
          O professor, além de levar em conta os conhecimentos prévios dos alunos, propõe desafios, em que a criança possa confrontar suas hipóteses espontâneas com hipóteses e conceitos científicos, apropriando-se, gradativamente, desses. Significa, ainda, que não se pode limitar suas oportunidades de descoberta, e que é necessário conhecê-las verdadeiramente para proporcionar-lhes experiências de vida ricas e desafiadoras. Do ponto de vista construtivista, o professor não deve realizar as atividades pelos alunos, mas auxiliá-los a encontrar meios de fazer as coisas a seu modo. Enfim, é deixá-los serem crianças.
          Estes projetos são úteis na medida em que valoriza o fazer educativo, contextualizando situações e acontecimentos importantes. São utilizadas dramatizações, músicas, danças, artes ou outra forma de expressão, para a culminância e síntese de cada bloco de estudo realizado.
            7.3   Organização dos conteúdos  
            Os conteúdos a serem trabalhados entre as crianças de 01(um) a 04 (quatro) anos  têm em vista a interação das áreas psicomotora, com a construção de conhecimento e atitudes, e com as características e especificidades do universo infantil. As dimensões motoras, cognitivas, afetivo-social e a formação de hábitos, juntas, compõem os conteúdos pedagógicos básicos próprios da faixa etária das crianças da Creche.
          O modo como são organizados esses conteúdos, girando em torno de um tema, ou projeto, privilegiando sempre o contexto lúdico, reconhecem as crianças como seres únicos e capazes, que aprendem a aprender, a fazer, a ser, conviver consigo mesmo, com os outros e com o meio ambiente de maneira integrada e gradual, sendo que a criança de (05) cinco anos o conteúdo abrange a alfabetização.
          Nesta perspectiva, as brincadeiras, espontâneas ou dirigidas, o uso de materiais diversos, a música, o jogo, a dança, as diferentes formas de comunicação, de expressão, de criação e de movimento caracterizam as várias maneiras de estimular o desenvolvimento e as conquistas individuais e coletivas das crian


               7.4 Organização das Atividades Pedagógicas
As atividades pedagógicas são organizadas de modo a seguir uma rotina que vai desde a chegada das crianças na Creche até o momento de saída, quando seus pais/responsáveis retornam de sua jornada diária de trabalho.
O cotidiano da Creche “Municipal Sossego da Mamãe” é composto de atividades que envolvem:
        Recepção e saída das crianças;
        Cuidado de higiene e repouso;
        Alimentação  adequada com: café da manhã almoço e lanche.
        Atividades de recreação livre nas salas e no espaço externo,(Parquinho,Psina,etc.)
Obs: Que no momento estão interditados.
        Atividades educativas dirigidas e parcialmente dirigidas, tanto nos espaços internos como externos utilizando materiais  apropriados para tal fim e que estão ao alcance do professor.
Toda e qualquer atividade vivenciada na Creche tem sua importância para a criança. Do ponto de vista didático destacamos:
a) Brinquedos e brincadeiras. Tem como objetivo desenvolver as habilidades de forma lúdica e prazerosa. É o aprender brincando, usando o objeto, a arte, a música com o intuito de expressão e de socialização.
b) Atividades Livres. É o momento de permitir e possibilitar que a criança manifeste seu simbolismo, seu imaginário, entrando no seu mundo do faz de conta, de descobertas e imitações. É o momento de interação direta com os outros colegas de diferentes idades, e de descobrirem afinidades e diferenças promovendo assim seu aprendizado individual e social.
c) Hora do Conto em sala . Este momento é propício para despertar nas crianças o gosto pela leitura, o prazer de folhear um livro e admirar as figuras que nele contém. Ouvir uma narração, incentivando assim o uso da linguagem e a imaginação das crianças para as lendas e histórias infantis, trazendo fascínio e deixando fluir seu imaginário e o simbólico.
d) Passeios. Ao planejar as atividades que serão vivenciadas pelas crianças, pensamos em tudo que possa ser prazeroso e ao mesmo tempo educativo e enriquecedor. O passeio faz parte destas atividades como complemento ou culminância de um determinado projeto, como por exemplo, na semana da criança que se programa passeio em um parque infantil externo, ou quando os assuntos são os livros leva se as crianças à biblioteca e demais  lugares dependentes do conteudo ensinado.

 
VIII- Trajetória  Histórica da Instituição
     A Creche Municipal Sossego da Mamãe foi fundada pela Srª Marina Pinheiro Rodrigues em março de 1993, devido á carência do Município e a necessidade das mães trabalharem, e a partir desse problema surgiu idéia de construir uma Creche, onde as crianças pudessem iniciar o processo de alfabetização e socialização e que ás mãe trabalhassem tranqüilamente dando assim oportunidade para as mulheres. A Srª Marina enfrentou dificuldades, tentando buscar recursos na antiga LBA, nos fazendeiros da região e promovendo eventos para arrecadar fundos, ouvindo varias críticas da própria LBA, devido o Município ser pequeno e em inicio de emancipação. Após conseguir a implantação da Creche, mesmo em condições precárias, passou a funcionar na Av. Manuel José da Fonseca, em um barracão de palha de uma antiga pensão com aproximadamente 50 (cinqüenta) crianças e a partir daí começaram a receber donativos dos fazendeiros locais e foram surgindo novos colaboradores.
          Após (04)quatro anos a creche foi transferida para Av. Tocantins, que é o atual prédio construído em 1997, reformado e ampliado no ano de 2001. Ao término do ano de 2001, a Creche conseguiu autorização aprovada pela Câmara de vereadores através da Lei de Nº 1001/2001 de 07de novembro de 2001 para a criação e funcionamento do Pré- Escola`` Branca de Neve “, através  da Secretaria de Educação, destinando recursos e espaço físico para manter a mesma. A  partir do  ano de 2001 foi sancionada  a Lei Municipal Nº 100/2001 de 07 de novembro de 2001. ``Autoriza a criação e  funcionamento da Creche Municipal de Itapiratins –TO.”Neste mesmo ano a Creche passou por uma reforma a construção da sala do Pré, banheiros, parque de diversão com piscina para as crianças.  Desde então a Creche passou ao oferecer ensino nas séries Jardim período matutino, Pré-Escolar período matutino e vespertino, Maternal em tempo integral.
         Confira o histórico das Diretoras abaixo
  • 1ª Maria Fátima Oliveiro Porto. (1992 a 1996)
  • 2ª Ivonete Gomes de Freitas.(1996 a2000)
  • 3ª Raimunda Milhomem da Rocha Farias (2001 a 2003)
  • 4ª Maria Judiléia Lima de Souza Costa (de janeiro a dezembro de 2004)
  • 5ª Onevanda Teixeira do Nascimento (2005) até os dias atuais .

IX - Recursos Materiais
                         9.1 Recursos  Didáticos;  
A creche conta com quatro coleções de livros didáticos e três individuais,  vinte e sete coleções de histórias infantis, três coleções de livros com quebra cabeça e CDs, alfabeto em EVA, fantoches, carimbo de incentivos entre outros e cartilhas xerocadas para as crianças do pré.
           9.2 Recursos Tecnológicos;
Os recursos tecnológicos no momento estão precisando de reparos e compra de novos aparelhos, pois a carência dos mesmos é grande e contribuem para o desenvolvimento intelectual das crianças.
      9.3 Recursos Humanos;
O quadro de funcionários da Creche é formado por (13)treze pessoas (04) quatro Professoras, (01)uma formada em Pedagogia (03) com curso superior incompleto, (01) uma coordenadora com nível médio (01)uma diretora com curso superior incompleto (04) quatro ASG  (01)uma merendeira e (02) duas assistentes administrativo.  
                       9.4 Recursos Financeiros;
A creche é mantida pela prefeitura, Secretaria de Educação e Programa PDDE (Programa dinheiro direto na escola) em fase inicial.

X- Participação dos Pais e Comunidade
Pontos positivos:
          A Creche tem uma associação de pais e mestres, que visa trazer benefícios, através do programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), mais que está em fase inicial dos recursos oferecidos.
Pontos Negativos:
          Algumas mães não têm responsabilidade quanto ao horário de entrada e saída das crianças estabelecida na creche e outras deixam as crianças trazer objetos de casa causando problemas com os colegas, infringindo as normas da creche.
          Não participam das reuniões e não ensinam a educação moral no convívio familiar.  E poucas ajudam nas tarefas que vão para e outra respondem as tarefas dos filhos.
XI- Instalações e Materiais
        A creche na medida do possível tenta manter a mesma limpa e organizada, com boa aparência de maneira que atraia a atenção das crianças com desenhos e letras, etc. Por meio de conversas, incluídas nas aulas, procuramos conscientizar as crianças do zelo pelo prédio escolar.
       As instalações estão precisando de uma reforma geral, ampliação das salas do pré e dormitório, construção de uma sala da direção e de professores, sala de vídeo, brinquedoteca, espaço externo ou pátio grande para fazer brincadeiras ao ar livre e um parque adequado.
_ Os matériais escolares existentes na escola são mantidos pela Prefeitura e Secretaria municipal de Educação sendo estes suficientes para as crianças.
XII- Pontos Fortes e Francos da Creche
  -Fortes: A creche é um ambiente organizado, gestão atuante, corpo docentes qualificados, parceiros atuantes, assistentes administrativo cursando faculdade, uniformes para uso diário das crianças suficiente, alimentação também e materiais para a higiene pessoal das crianças é de boa qualidade.
- Francos: Não há formação continuada especificada para a creche, baixo rendimento escolar devido o não acompanhamento dos pais nas tarefas dos filhos, alto índice de indisciplina dos alunos, falta de um computador com impressora e máquina de Xerox, som  e DVD (filmes e musicas).

XIII- Calendário da Creche

           O calendário da creche é baseado no calendário da DREA de colinas-TO, onde através dele podemos identificar os dias letivos os feriados e recessos, sem esquecer que o mesmo será adequado ao nosso estilo e de acordo com as datas comemorativas. As inclusões dessas ações de acordo com as datas comemorativas permitem facilitar o planejamento dos professores (as) como todo, melhorando a capacidade das crianças de vivenciar as datas e aprender com elas.
Palavra da Diretora
          De maneira que os sistemas educativos estão melhorando a creche também busca melhoras, e esta só será possível com a participação dos pais e conhecimento de causa, pois os problemas que enfrentamos nosso dia-a-dia são vários, mas todos só serão sanados com ajuda dos pais, que por ventura afirmam ter varias pessoas trabalhando na creche, mas não tem atenção necessária para com as crianças. É necessário ressaltar que cada funcionário tem sua função e assim como os acidentes e a indisciplina das crianças estarão sempre no nosso cotidiano, haverá sempre algo a ser dito e questionado.
         Há pessoas que acreditam no ensino de qualidade, só daqueles ensinados em escolas e creches particulares, e que por isso vêem com descaso a educação pública, quantos por aí precisam pagar pessoas para cuidarem dos seus filhos, sendo que aqui eles encontram: amor, carinho, tudo de bom e de melhor que uma Creche Municipal possa oferecer.
          A Creche em toda sua simplicidade busca o melhor para os filhos desta cidade e isso só será possível com a colaboração de todos.
XV - Mapeamento da Realidade
- Problematização
         Estamos sempre nos questionando sobre o ensino da Creche, pois o ato de Ensinar e Educar são bem complexos, quando pensamos que estamos acertando, rapidamente somos alvo de criticas quanto ás mães das crianças. Por isso nos perguntamos o que fazemos, por que os métodos que aplicados não são suficientes, em umas crianças funcionam e em outra provoca distúrbios? As famílias são carentes e muitas mães trabalham. A cada 80(oitenta) mães 05 (cinco) faltam alimentação e poucas vivem em casas de palha ou de aluguel. Existe um enorme descaso por parte dos pais imaginando que nós somos responsáveis pela educação geral dos filhos, e até dos objetos que as crianças trazem para a mesma. A evasão é grande, pois os pais trazem seus filhos no inicio das atividades e que devido ao choro da criança ou por outros motivos não trazem mais as crianças, outras mudam de cidade etc.
         A comunidade não quer fazer parte das reuniões e nem observar o trabalho que é realizado na creche, aparecem somente para queixarem – se criticando seja quem for que trabalhe na creche.
XVI- Diagnóstico
          O PPP é a síntese das ações contidas na creche e na pré - escola, pois nos permite planejar a prática pedagógica, possibilitando a creche que também é escola de alcançar as suas metas, observado o que houve o há pra fazer, buscando o desenvolvimento do aluno e a pratica do corpo docente em sua função social, que é cuidar e educar.
          O planejamento é feito sempre anualmente, sendo flexível devido aos recursos que irão surgindo em sala ou fora dela. Os problemas que acontecem na creche são resolvidos pela a diretora juntamente com a mãe da criança ou responsável mediante diálogo. Os professores preenchem a lista de freqüência diariamente, para facilitar o seu dia-a-dia, e devido ao EDUCACENSO que faz o mapeamento das crianças através da folha de freqüência. O planejamento dos professores é feito para que as crianças recebam as atividades adequadas e para que o professor esteja preparado para a aula. O nível de aprendizado dos alunos do pré está indo bem, mas precisa melhorar ainda mais, pois a minoria consegue chegar ao primeiro ano na Escola Municipal sabendo ler pequenas palavras e escrever seu nome corretamente.
         Observamos algumas ações que foram positivas e que continuam sendo realizadas devido ao sucesso das mesmas, mas há mudanças que não dão certo, por isso estamos sempre arriscando no intuito de acertar e melhorar a educação das crianças.


XVII- Bibliografia
GOMES, Marineide de oliveira Gomes UNIFESP – Guarulhos
PAGET, Jean(Os Pensadores, Editora Abril, 1983)
ÀRIES, Philippe. (HISTORIA SOCIAL DA CRIANÇA E DA FAMÍLIA, Rio de Janeiro, RJ, ZAHAR,1981).
FREIRE, Paulo. (PEDAGOGIA DA AUTONOMIA. SÃO PAULO, SP, Editora Paz e Terra,1997).
DOCUMENTOS OFICIAIS
Leis Municipais – Administração 2001/2004.
Leis Procedimentos de Matricula –  2009 Secretaria Estadual de Educação.
Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº. 8.069/1990)
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional ( Lei nº. 9.394/96)
Sites Pesquisados
Blog do grupo Samip@grupos.com.br
 

Sumário
Apresentação
I – Introdução
II- Contextualização
III- Princípios Educacionais
IV – Finalidade
V – Objetivo Geral
VI – Objetivo Específico
VII – Organização da Ação Educativa
7.1 Planejamento Pedagógico
7.2 Estratégias de Trabalho
7.3 Organização dos conteúdos
7.4 Organização das Atividades Pedagógicas
VIII Trajetória Histórica da Creche
IX Recursos Materiais
9.1 Recursos Didáticos
9.2 Recursos Tecnológicos
9.3 Recursos Humanos
9.4 Recursos Financeiros
X - Participação dos Pais e comunidade
XI - Instalações e Materiais
XII – Pontos Fortes e Fracos da Creche
XIII – Calendário da Creche
XIV – Mapeamento da Realidade
XV – Diagnóstico
XVI – Bibliografia
XVII – Anexos

Grupo de Sistematização

Onevanda Teixeira do Nascimento (Diretora)
Rhívia Cirqueira de Souza Pires(Coordenadora)
Tâmara Barbosa de Souza Pinheiro
Marina Pinheiro Rodrigues
Nazilda de Jesus R.P. Lima
Wesley Lopes Santos
Antonio Abraão de Oliveira
Prefeitura Municipal de Itapiratins

Endereço Eletronico da Creche
                       Email da Creche:
Blog:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário